Dezessete suspeitos que se acredita fazerem parte de uma organização de tráfico de drogas são acusados ​​de contrabandear entorpecentes escondidos dentro de extintores de incêndio na fronteira entre os EUA e o México e para a área de Los Angeles.  (Ministério Público dos EUA)

Dezessete suspeitos que se acredita fazerem parte de uma organização de tráfico de drogas são acusados ​​de contrabandear entorpecentes escondidos dentro de extintores de incêndio para a área de Los Angeles.

Após uma investigação de dois anos, as autoridades descobriram que os suspeitos usavam semi-caminhões para importar extintores de incêndio cheios de drogas que estavam escondidos em cargas de sucata. As drogas foram contrabandeadas através da fronteira entre os EUA e o México e incluíam fentanil, metanfetamina e heroína, segundo o Ministério Público dos EUA.

Durante uma investigação de dois anos chamada Operação “Smoke Jumpers”, as autoridades realizaram 13 apreensões nas quais descobriram cerca de 680.992 comprimidos de fentanil, 3 quilogramas de fentanil em pó, 17 quilogramas de heroína e 10.418 comprimidos contendo metanfetamina.

Nove suspeitos que foram presos de 8 a 12 de fevereiro foram identificados como:

  • Carlos Espinoza, 38, de Alhambra
  • Fernando Salgado, 36, do Riverside
  • Erick Roque Angeles, 39, de Fontana
  • Dew Guadalupe Acevedo Tonche, 32, de Ontário
  • David Sanchez Balderas, 26, de Denver
  • Oscar Ahumada Leyva, 43, do México
  • Miguel Antonio Rabago Valenzuela, 42, do México
  • Gustavo Rivero Rodriguez, 39, do México
  • Efren Quibrera Spinoza, 29 anos, de Cudahy

O décimo suspeito, Toniel Baez-Duarte, 33, de Apple Valley, já estava sob custódia do Estado. Sete suspeitos adicionais permanecem foragidos e acredita-se que estejam no México.

  • Dezessete suspeitos que se acredita fazerem parte de uma organização de tráfico de drogas são acusados ​​de contrabandear entorpecentes escondidos dentro de extintores de incêndio na fronteira entre os EUA e o México e para a área de Los Angeles.  (Ministério Público dos EUA)
  • Dezessete suspeitos que se acredita fazerem parte de uma organização de tráfico de drogas são acusados ​​de contrabandear entorpecentes escondidos dentro de extintores de incêndio na fronteira entre os EUA e o México e para a área de Los Angeles.  (Ministério Público dos EUA)

A investigação centrou-se na Carin Trucking, uma empresa com sede em San Diego que operava pelo menos seis camiões que entravam regularmente nos EUA vindos do México para entregar narcóticos suspeitos na área de Los Angeles, disseram as autoridades.

A acusação alega duas conspirações de narcóticos e 12 crimes por porte de drogas, cada um dos quais acarreta pena de 10 anos a prisão perpétua em prisão federal. Se os suspeitos também forem condenados por conspiração para lavagem de dinheiro, poderão pegar até 20 anos de prisão por essa acusação.

“Estes réus usaram uma rede sofisticada para contrabandear imensas quantidades de fentanil para o nosso país”, disse Martin Estrada, procurador dos EUA. “Sabemos que qualquer comprimido de fentanil pode matar, mas estes arguidos não se importaram com a destruição generalizada que estavam a causar. Nosso escritório continuará a trabalhar de forma inteligente e agressiva para levar à justiça as organizações internacionais de tráfico de drogas.”

Fuente