O público poderá conhecer a produção artística em esculturas, vídeos, telas, fotografias, ilustrações e pinturas

Resumo
A exposição traz obras de vinte artistas favelados e periféricos, proporcionando uma experiência imersiva, apresentando dados importantes sobre as favelas brasileiras e convidando os visitantes a compartilhar ideias.




O público poderá conhecer a produção artística em esculturas, vídeos, telas, fotografias, ilustrações e pinturas

O público poderá conhecer a produção artística em esculturas, vídeos, telas, fotografias, ilustrações e pinturas

Foto de : Nego Jr.

A” Museu da Favela Começa hoje sua primeira exposição itinerante, Favela em Fluxo. Até dezembro, percorrerá três capitais brasileiras, levando a exposição ao Paço do Frevo (Recife), com estreia no dia 15 de maio.

Em seguida a exposição segue para o Solar Ferrão (Salvador), Museu do Mar (Rio de Janeiro) e, por fim, reunindo toda a experiência em São Paulo, na sede do Museu, localizada no Palácio dos Campos Elíseos.

A exposição traz obras de vinte artistas favelados e periféricos, proporcionando uma experiência imersiva, apresentando dados importantes sobre as favelas brasileiras e convidando os visitantes a compartilhar ideias.

O público poderá conhecer a produção artística em diversos suportes, como esculturas, vídeos, telas, fotografias, ilustrações e pinturas.

Serviço

Exposição Favela em Fluxo

Paço do Frevo, Recife

De 15 de maio a 14 de julho

Terça a sexta, das 10h às 17h

Sábado e domingo, das 11h às 18h

Entrada: R$ 10 e R$ 5 (meia)

Endereço: Praça do Arsenal da Marinha, sn

Ingressos antecipados ou diretamente na bilheteria

A entrada é gratuita às terças-feiras.