Ator Rafael Cardoso lamenta em caso de agressão, diz assessor;  veja o vídeo

A assessoria de comunicação do ator Rafael Cardoso publicou uma nota nas redes sociais do artista sobre os acontecimentos do último final de semana.

Cardoso é sendo investigado em um caso de agressão contra um homem de 64 anos, que é gerente de um bar na Barra da Tijuca. O caso aconteceu na última segunda-feira (26), por volta das 23h.

Ele deverá prestar depoimento nesta terça-feira (5).

Segundo a nota, o ator “lamenta muito pelos últimos acontecimentos e pede desculpas”. A publicação informa ainda que esteve sob efeito de medicação, mas que “isso não justifica o erro”, e “responderá às consequências em todas as áreas cabíveis”.

Por fim, o comunicado diz que Rafael ficará afastado das redes sociais e da mídia por um tempo e que “a partir deste momento se retirará para tratar de sua saúde”.

Leia a nota na íntegra:

Estamos aqui para informar que o ator e empresário Rafael Cardoso lamenta muito os últimos acontecimentos e pede desculpas publicamente.

O ator estava sob efeito de medicação, mas isso não justifica o erro, e ele responderá às consequências em todas as áreas cabíveis.

A partir desse momento, ele se retira para tratar de sua saúde.

Por conta disso, ele ficará afastado daqui (Instagram), da mídia e de seus negócios por um tempo.

Contamos com a boa vontade e solidariedade de todos vocês, amigos, torcedores, seguidores e imprensa.

Com os melhores cumprimentos. Rafael Cardoso e equipe.

Lembre-se do caso

Imagens do circuito interno de um bar na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, mostram o momento em que o ator Rafael Cardoso agride o gerente do estabelecimento. Era por volta das 23h da última segunda-feira (26) quando tudo aconteceu.

No vídeo, é possível ver Rafael, que aparece de camisa preta, discutindo com funcionários locais em frente ao bar. A certa altura, o empresário, que estava com roupa verde, chega, fala com o ator e vai embora.

O ator Rafael Cardoso foi intimado a depor nesta terça-feira (5) / Reprodução/Redes Sociais

Rafael vai atrás do gerente. Momentos depois, os dois retornam. O funcionário entra correndo no estabelecimento e esbarra nas mesas. O ator vem logo atrás dele.

O funcionário sai correndo do bar novamente e cai no chão. Rafael começa a atacar o homem, mesmo ele caído. Outras pessoas chegam para acabar com a briga e o gerente se levanta.

Momentos depois, o ator volta a atacar o homem. Os dois correm e quase cruzam as pistas da Avenida Lúcio Costa, na orla da Barra. Após alguns minutos de confusão, o ator vai embora. A equipe do bar está localizada na porta do estabelecimento.

Segundo relato de funcionários à polícia, no dia do ataque, o ator chegou em um carro em alta velocidade e freando fortemente em frente ao estabelecimento, o que teria assustado os clientes. Além de Rafael, outros dois homens, que saíram antes da confusão, estavam no veículo.

A polícia afirma ainda que ele chegou ao local agressivo e muito chateado, e pediu para ligar para o gerente do bar. O empresário teria se aproximado para cumprimentar o artista e, mesmo sem nenhum contato prévio, Rafael teria ameaçado o homem de morte.

O gerente disse que foi por isso que ele saiu. Depois, o ator teria ido atrás dele e lhe dado um soco na nuca. Foi assim que a confusão começou.

O gestor, de 64 anos, disse à polícia que passou recentemente por um procedimento cirúrgico para correção de uma hérnia inguinal e, por isso, não conseguiu se defender das agressões.

Segundo o delegado Neilson Nogueira, o caso foi registrado como lesão corporal e ameaça na delegacia da Barra da Tijuca (16ª DP). A expectativa é que Rafael se pronuncie no final da manhã desta terça-feira (5).



Fonte