Brasileiros têm R$ 7,5 bilhões 'esquecidos' em contas bancárias; veja como resgatar

Ó Banco Central do Brasil divulgou recentemente que cerca de R$ 7,5 bilhões estão esquecidos em contas bancárias apenas aguardando resgate. A falta de interesse no saque por parte da população tem levado a essa situação inusitada.

O dinheiro, no entanto, pode ser retirado por meio de um processo totalmente virtual.

De acordo com a divulgação dos valores disponíveis no Sistema de Valores a Receber (SVR) até dezembro de 2023, a quantia disponível para resgate era de cerca de R$ 7,59 bilhões.

Banco Central do Brasil – Imagem: Reprodução

Quem tem direito ao saldo não resgatado?

Segundo o próprio Banco Centrala grande maioria dos recursos esquecidos pertence a mais de 39,9 milhões de indivíduos.

No entanto, há também 3,1 milhões de empresas que possuem saldos disponíveis para serem resgatados.

Os beneficiários de pessoas falecidas podem, igualmente, verificar a existência de valores deixados por seus parentes em contas bancárias.

Entretanto, é necessário que o parentesco seja provado para ter acesso à informação.

Como recuperar o dinheiro esquecido?

  • Acesse o site oficial do Banco Central;
  • Clique em ‘Consultar valores a receber’;
  • Insira seu CPF ou CNPJ, número do documento e a data de nascimento ou abertura da empresa;
  • Confirme a operação.

Se o sistema do Banco Central identificar a existência de valores a serem resgatados, será necessário efetuar o acesso no Gov.br.

Os montantes estarão discriminados de acordo com as instituições, sendo essencial clicar na instituição desejada para realizar a retirada dos fundos.

Posteriormente, indique a opção desejada para receber os montantes através do sistema Pix e espere a confirmação da transferência.

Quais instituições têm mais dinheiro esquecido?

Os bancos têm a maior parte do dinheiro esquecido. São R$ 4,4 bilhões em contas bancárias, seguidas por:

  • Administradoras de consórcio com R$ 2,5 bilhões;
  • Cooperativas com R$ 753 milhões;
  • Instituições de pagamento com R$ 116,2 milhões;
  • Financeiras com R$ 108,4 milhões;
  • Corretoras e distribuidoras com R$ 9,4 milhões;
  • Outras opções com R$ 4,5 milhões.

Portanto, é fundamental que os indivíduos verifiquem se possuem valores esquecidos nas instituições mencionadas para que possam realizar o saque e dar uma destinação adequada ao dinheiro.

Fuente