ALERTA: nutricionistas apontam misturas perigosas com Whey Protein

No mundo do fitness, Whey Protein é um suplemento essencial para quem busca melhorar o desempenho dos treinamentos e alcançar os objetivos de emagrecimento ou de aumento de massa muscular.

Mas o que não se deve misturar com tal produto? Esta é uma questão que ainda gera muitas dúvidas. Por isso, vamos esclarecer algumas delas com a ajuda de nutricionistas. Confira!

O que não deve ser misturado com o suplemento

Nutricionistas orientam sobre incompatibilidades com Whey Protein – Imagem: Reprodução

O consenso entre os especialistas é que as bebidas alcoólicas não devem ser consumidas logo após a ingestão de suplementos.

“Elas podem prejudicar a absorção de nutrientes no organismo”, alerta a nutricionista da Vitafor, Taciane Oliveira.

No entanto, isso não impede que o Whey Protein seja misturado com outros alimentos ou bebidas, sempre respeitando as restrições dietéticas individuais.

Uma das combinações mais comuns de Whey Protein é com água ou leite. A diferença entre as duas formas é basicamente o valor energético — o leite contém gorduras, carboidratos e proteínas, enquanto a água não.

Além disso, a ingestão de Whey Protein misturado com água é geralmente recomendada para quem busca hipertrofia.

Embora o Whey Protein seja um suplemento altamente benéfico, não é recomendado substituir uma refeição inteira por ele.

“O ideal é que sempre haja comida”, aconselha a nutricionista Cynthia Howlett.

Logo, é melhor pensar no Whey Protein como um complemento à dieta regular, não como uma substituição alimentar.

Benefícios do consumo de Whey Protein

As vantagens do produto incluem crescimento da massa muscular, aumento da saciedade (facilitando o processo de emagrecimento), melhoria do desempenho físico, fortalecimento do sistema imunológico, controle da pressão sanguínea e da glicemia, além da prevenção da sarcopenia nos idosos.

Contudo, é importante lembrar que para que tais benefícios sejam sentidos, é necessário manter uma rotina regular de exercícios físicos e dieta saudável.

“Não adianta só ficar tomando Whey e não fazer exercício, porque o resultado não é tão eficiente”, conclui a nutricionista Cynthia Howlett.

Conforme a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (ABIAD), a venda de suplementos alimentares aumentou 75% nos últimos cinco anos no Brasil.

Portanto, isso evidencia o interesse e a preocupação crescente da população com a saúde e o bem-estar físico.

Fuente