Destaques do Chaves: Hugo 'mãos de ferro' Souza contagiou os companheiros

Jovem médio cedido pelo Sporting demonstrou, na estreia oficial com a camisola flaviense, ser um verdadeiro reforço; tem tudo para agarrar um lugar no meio-campo da equipa de Moreno; apontado à titularidade com o Moreirense

Dário Essugo. O nome já seria, muito provavelmente, do conhecimento dos adeptos do Chavesmas agora… não restam dúvidas: o mais recente proprietário da camisola 14 dos flavienses já não passa despercebido a nenhum sócio e simpatizante do clube.

E para isso foram necessários somente… 60 minutos. Porque bastou mesmo apenas uma hora para que Dário Essugo passasse a ser patrão do meio-campo do conjunto orientado por Moreno Teixeira. E foi só a primeira amostra…

Apontava o relógio para os 30 minutos do encontro entre o Chaves e o Farenserelativo à 20.ª jornada da Liga e realizado na tarde deste domingo, quando o técnico dos valentes transmontanos decidiu ir ao banco buscar uma solução para fazer face à situação de inferioridade numérica com que o Chaves se deparava há pouco mais de um quarto de hora – Ygor Nogueira tinha sido expulso aos 16 minutos.

Nessa altura, o técnico não poderia ter tomado melhor decisão. Chamou Dário Essugo e o jovem médio, chegado recentemente ao clube, por empréstimo do Esportivorespondeu à altura. O leãozinho entrou para o miolo, tomou conta de todas as ocorrências e emprestou à equipa uma dimensão física e uma qualidade tática que acabaram por ter enorme preponderância no resultado final (1-1).

O facto de ter apenas 18 anos e de estar em estreia oficial com a camisola do Chaves não tiveram qualquer peso na exibição de eu exaloque foi avaliado com nota 7 por parte da equipa de reportagem de E ELA FOI que fez a crónica do jogo com os algarvios.

Destaques do Chaves: Hugo 'mãos de ferro' Souza contagiou os companheiros

Guarda-redes brasileiro defendeu (quase) tudo e foi o garante do ponto conquistado pelos flavienses; Vasco Fernandes também se agigantou no eixo da retaguarda e Carraça e Sandro Cruz deram gás aos corredores; Rúben Ribeiro trabalhou muito (e bem) e Héctor Hernández voltou a picar o ponto

É, pois, caso para perguntar: se a estreia foi assim tão boa, o que ainda estará para vir? E talvez o que esteja para vir seja a… titularidade. Porque a julgar pela amostra, Dário Essugo tem todas as condições para agarrar, em definitivo, um lugar no onze, razão pela qual não seja de estranhar que, já no próximo sábado, no duelo com o Moreirenseo número 14 figure nas escolhas iniciais de Moreno Teixeira.

RÚBEN AMORIM ESTÁ DE OLHO

Ó Esportivo está, naturalmente, bastante atento à evolução de Dário Essugo. Foi, aliás, nesse pressuposto que o emblema leonino decidiu emprestar o médio na janela de transferências de janeiro.

Mercado (oficial): Dário Essugo «muito feliz» com a oportunidade de representar o ChavesMercado (oficial): Dário Essugo «muito feliz» com a oportunidade de representar o Chaves

Jovem médio foi oficializado esta quarta-feira em Trás-os-Montes; emprestado pelo Sporting até final da temporada (sem cláusula de opção de compra); garante que está preparado para dar tudo pelos flavienses e ajudar a equipa a atingir os seus objetivos

Porque, na realidade, o Esportivo acredita muito no potencial do jogador que, recorde-se, tem contrato com os leões até 2025 e uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros.

Dário Essugo estreou-se na principal equipa verde e branca na época 2020/2021, então com 16 anos, sendo que, nas duas temporadas seguintes, jogou maioritariamente pelos juniores e pela equipa B. Nesse período, foi contabilizando algumas aparições na elite leonina (um jogo em 2020/2021, dois jogos em 2021/2022, 10 jogos em 2022/2023 e outros 10 jogos na primeira metade desta época), mas o facto de ter bastante concorrência levou o Esportivo decidir emprestá-lo.

Dário Essugo não esquece: «Estreia aos 16 anos foi momento incrível»Dário Essugo não esquece: «Estreia aos 16 anos foi momento incrível»

Médio que trabalha com o plantel principal esteve à conversa com Fernando Santos (sub-13) e recordou ano do título

Ó Chaves ganhou a corrida a outros emblemas da Liga que pretendiam contar com o concurso do jogador e Dário eu exalo rumou, então, a Trás-os-Montes, onde promete explodir para que em 2024/2025 possa afirmar-se em definitivo no plantel sportinguista. E Rúben Amorim está particularmente atento ao desenvolvimento de Essugo. O treinador leonino aprecia sobremaneira as qualidades do jogador e deposita nele todas as esperanças para o futuro. Quem sabe se, nos próximos anos, o internacional jovem português não será, também, o patrão do meio-campo do Esportivo

Fuente