B2B vs. B2C não se trata de quem está comprando, mas de como você está vendendo

Eu tive um realmente conversa interessante esta manhã com um fundador que disse que cerca de 70% das suas vendas foram para consumidores e o restante foi para empresas. No contexto de um pitch, eles perguntaram: como deveriam contar a história de suas vendas B2B?

A resposta simples é esta: você não. A verdade é que, quer você seja uma startup B2B ou B2C, a história não é sobre quem está comprando seu produto, mas sobre como você o está vendendo. Ainda assim, acertar a classificação é crucial porque impacta fundamentalmente sua estrutura operacional, abordagem de marketing e, o mais importante, seus canais de receita.

Normalmente, os fundadores estruturam seu modelo de negócios exclusivamente com base em seus clientes-alvo. Parece simples, não é? B2B se você estiver vendendo para empresas e B2C se estiver lidando com consumidores. Infelizmente, não é tão simples. Por mais atraente que pareça essa segmentação, a escolha entre B2B ou B2C deve ser principalmente uma questão de como suas estratégias de vendas são construídas.

Vamos desconstruir o mal-entendido típico. B2B e B2C, embora considerados totalmente opostos em muitos aspectos, não são puramente categorias de público. Em vez disso, representam estratégias distintas de vendas e marketing que governam a abordagem de uma startup em relação ao envolvimento do público, gestão de relacionamento e geração de receita.

Fuente