Virgens de Tambaú  celebram 37 anos de irreverência, numa festa livre de preconceitos em João Pessoa

Carnaval da irreverência, alegria e liberdade. Essas são as Virgens de Tambaú – bloco já tradicional do Folia de Rua de João Pessoa, que arrasta uma multidão de homens vestidos de mulheres pela Via Folia – Avenida Epitácio Pessoa, sentido Busto de Tamandaré. O encontro é neste domingo (4), a partir das 15h. A expectativa da organização é de que 600 mil pessoas compareçam à festa.

As Virgens de Tambaú convidam os homens a um ritual de inversão de gêneros. Segundo a antropóloga Yvonne Maggie, em entrevista à Agência Brasil, esse comportamento é característico estrutural do Carnaval, em que as pessoas invertem sua posição no cotidiano. “O uso de fantasias femininas por homens não é uma postura rebelde em relação à visão de gênero. Só vemos isso no Carnaval. Ou seja, durante 362 dias da vida, as pessoas têm que agir como homem e como mulher. E no Carnaval, elas são liberadas”, explica.

– Continua depois da publicidade –

Para o presidente das Virgens de Tambaú, Iago Carneiro, a essência da festa é exatamente a liberdade de brincar Carnaval sem preconceitos. “É uma oportunidade anual de ser feliz como não somos em nenhum outro momento do ano”, comenta Iago, que é filho de Sérgio Carneiro – um dos fundadores do bloco.

Ele ressalta que, originalmente, as Virgens não nasceram para o público LGBTQIA+. Mas, hoje, o bloco abraça essa comunidade, que sabe que pode se jogar na festa sem julgamentos, sem humilhações. “As Virgens convidam as pessoas a serem quem elas querem ser. Elas vão brincar e serão respeitadas como todo Carnaval deveria ser”, destaca Iago Carneiro.

LEIA TAMBÉM:
Carnaval de São Paulo tem o Nordeste no tema; saiba mais
Estado do Nordeste dispara exportação de frutas em quase 40%
Por que Fevereiro é a cara do Nordeste?
Nordeste tem 2 cidades entre as mais acolhedoras do Brasil

Zeba Lyra, um dos diretores e fundadores das Virgens de Tambaú, lembra que o bloco nasceu a partir de um grupo de amigos que jogavam voleibol em João Pessoa. Por muitos anos, na época do Carnaval, eles viajavam para Olinda, em Pernambuco, para brincar no bloco As Virgens do Bairro Novo. Um certo ano, eles desistiram de ir e resolveram sair desfilando pelas ruas da Capital paraibana vestidos com roupas de mulheres.

“Eu tinha 25 anos na época. O bloco mudou de endereço muitas vezes até se consolidar nessa festa gigantesca que é hoje. Saímos do Bessa, de Manaíra, do Cabo Branco, da Beira Rio até chegarmos à Avenida Epitácio Pessoa, desfilando dentro das Muriçocas do Miramar. Sérgio Carneiro foi o primeiro dirigente das Virgens, tendo Euclides Menezes e eu como parceiros na empreitada”, conta.

Sérgio Carneiro morreu em 2022. E, após 37 anos à frente das Virgens, Zeba Lyra e Euclides Menezes passam o bastão da organização do bloco para uma diretoria jovem e cheia de energia para levar o barco adiante. Zeba Lyra afirma que a relação dele com as Virgens de Tambaú é familiar, num amor pleno e eterno.

“Desde a sua criação, nosso bloco comemora a grande irreverência do Carnaval, quando ainda se chamava ‘Entrudo’ – os homens que se vestiam de mulher, como um momento de atrevimento. E a cidade de João Pessoa abraçou nossa festa. Somos o maior bloco de rua da Paraíba, reunindo 600 mil pessoas, 10 trios elétricos, tendo, no mínimo, nove trios com artistas da terra”, destaca Zeba Lyra.

LEIA TAMBÉM:
Nordeste tem nove dos 10 destinos mais procurados no Carnaval
Parque Nacional de Jericoacoara (CE) foi privatizado; entenda
Sucesso na geração de empregos na PB vem dos pequenos negócios

Entre as atrações deste ano estão: Gracinha Teles, Jairo Madruga, Felupe, Banda Megaxé, Dodó Pressão, Henry Freitas, Aldair Playboy, Luka Bass, Myra Maya, Banda Abala e Filipe Santos. A concentração das Virgens é a partir das 15h, na Via Folia – Av. Epitácio Pessoa. E, a partir das 17h, os trios elétricos começam a descer a avenida sentido Busto de Tamandaré.

“Este ano a avenida vai estar linda, ornamentada, vai estar mais segura para receber os foliões. Então, convidamos as pessoas para saírem de casa e vir curtir o verdadeiro espírito do Carnaval, que é a diversão e a inclusão”, finaliza Iago Carneiro.

Outros blocos deste domingo – Além das Virgens de Tambaú, desfilam neste domingo os blocos Viúvas da Torre e Cortejo de Tambores.

TEXTO: SECOM JP

Fuente